OGIVA NUCLEAR

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

EM BISSAU A DISCOTECA TABANKA NO PASSADO DOMINGO/ SEGUNDA FEIRA MADRUGADA
TRANSFORMOU- SE NUM INFERNO NA VIDA DESTES DOIS JOVENS.
SOFRERAM INSULTOS VERBAIS GRAVISSIMOS POR PARTE DE UM POLICIA QUE ESTARIA DE SERVIÇO NO ESTABELECIMENTO. 

QUANDO OS MESMOS FORAM DAR CONHECIMENTO, TESTEMUNHAR AO SEGURANÇA DA DISCOTECA E A UM FUNCIONARIO DO BAR
NAPA E PÁPA
2º AS VITIMAS DE IMEDIATO FORAM AGREDIDOS DEVIDO AO BATE BOCA QUE ALI COMEÇOU, POIS NÃO SE ENTENDIAM.
RECORDAR QUE UMA DISCOTECA, É UM LOCAL PUBLICO E DE DIVERSÃO QUE DEVE E TEM O COMPROMISSO, O DEVER E A OBRIGAÇÃO DE GARANTIR DANDO CONDIÇÕES DE SEGURANÇA AOS SEUS CLIENTES E NÃO PARA QUE OS MESMOS SEJAM AGREDIDOS OU HUMILHADOS.
A FALTA DE FORMAÇÃO E DE PROFISSIONALISMO É A BASE DE UMA PÉSSIMA GERÊNCIA E O FACTÔR PRINCIPAL PARA QUE FUNCIONARIOS DO MESMO NÃO RESPEITEM AO GERENTE OU AO PROPRIETARIO.
   
ABDEL LAMINE MANÉ
ELISIO DIOUF- ICHU ( DJ )
Este ultimo devido a violência da agressão perdeu os sentidos.
Alvaro Spencer como sendo proprietário do estabelecimento, foi notificado pelas autoridades recusando a comparecer, mas devido a insistência da mesma, Alvaro acabou por comparecer e a sua maneira de macaco bedju, contornou a situação a favor dos agressores, segundo a informação das vitimas.


Sem comentários:

Enviar um comentário